O ex-prefeito do município de Piên, Gilberto Dranka (PSD), foi preso no dia 31 de Janeiro de 2017, acusado de encomendar a morte do prefeito eleito Loir Dreveck (PMDB). Além dele, houve o assassinato de um homem inocente que teria sido confundido com Dreveck.
Hoje (02/03) foi recebida a denúncia por duplo homicídio qualificado e decretadas as prisões preventivas dos autores. Em depoimento os advogados assistentes de acusação, Luciano Borges e Samir Mattar Assad, disseram, “como voz da família desolada, iremos lutar para que estas prisões sejam mantidas até a condenação dos quatro réus em júri popular, cujas penas irão gravitar entre 45 a 50 anos de reclusão”.

guazelli

Todos Posts

1 comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.