Na tarde de segunda-feira (22/05), servidores municipais interromperam a reunião extraordinária da Comissão de Legislação, Justiça e Redação da Câmara de Vereadores de Curitiba; onde seria analisado, pelos parlamentares, sete dos 12 projetos de lei que compõem o Plano de Recuperação proposto pela prefeitura.
Segundo a prefeitura, esse plano tem como objetivo equilibrar as contas municipais, diante de um déficit de R$ 2,1 bilhões. Porém essas medidas afetam diretamente o funcionário público, que tem se manifestado contra.
A reunião foi cancelada devido ao barulho da manifestação, pois os servidores estavam munidos de buzinas e apitos e o projeto não será votado até a sexta-feira (26/05).
Hoje (23/05) por volta de 1h30, os servidores deixaram a Câmara.

Foto: Rodrigo Fonseca

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.