Na próxima terça (30/05), o juiz Sergio Moro será julgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por dois procedimentos supostamente abusivos contra o ex-presidente Lula. Ambos referentes a divulgação de gravações de conversas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com outras autoridades.
As reclamações foram feitas por parlamentares aliados ao ex-presidente, que acusam Moro de divulgar os áudios de conversas de Lula com pessoas com prerrogativa de foro, como por exemplo, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT). As conversas vieram à público em março do ano passado, um dia antes da então presidente Dilma empossar Lula como ministro da Casa Civil.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.