Os advogados de Luiz Inácio Lula da Silva entregaram na noite desta terça-feira (20/06) as alegações finais no processo em que o ex-presidente é acusado de receber propina da construtora OAS, paga por meio da entrega de um apartamento triplex, no Guarujá.
Com as alegações finais apresentadas, o juiz federal Sergio Moro já está liberado para decidir se condena ou absolve o ex-presidente e os demais réus do processo.

Foto: Theo Marques

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.