O suplente de vereador de Campo Largo, Fernandinho Schiavon (PSC), teve o diploma cassado e os direitos políticos suspensos por oito anos por decisão do Juízo da 9ª Zona Eleitoral.
A ação foi proposta pelo Ministério Público do Paraná após denúncias de que o suplente e um cabo eleitoral acertaram com um posto de combustíveis da cidade a distribuição gratuita de combustível a todas as pessoas que tivessem o adesivo com o número do então candidato no veículo.
Foi realizada busca e apreensão no posto e na casa do cabo eleitoral, Josiel Alceu Valente, e encontradas provas que confirmavam a prática ilícita de abuso do poder econômico.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.