O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) anunciou nesta quarta-feira (28/06) que decidiu deixar a liderança do PMDB no Senado.
Renan assumiu o cargo no início deste ano e desde então tem adotado postura contrária ao governo de Michel Temer, criticando principalmente as reformas da Previdência Social e trabalhista.
“Deixo a liderança do PMDB. Devolvo, agradecido aos meus pares, o honroso cargo, que procurei exercer com a dignidade merecida, sempre orientado pelos objetivos mais permanentes no país.”
Na sequência, Renan fez duras críticas ao governo e afirmou que não serve para ser “marionete”.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.