A atual gestão do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc) está sendo investigada por supostas irregularidades, como apropriação indébita, nepotismo e superfaturamento, em inquérito policial conduzido pelo Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (Nurce).
Porém, além disso, o histórico do sindicato tem episódios violentos, marcados por assassinatos, eleições turbulentas e cassações de mandatos.
O primeiro presidente do Sindimoc, José Martins Costa, teve o mandato cassado em 1994. No mesmo ano, houve eleições e Aristides da Silva, mais conhecido como ‘Tigrinho‘, foi escolhido para a presidência. ‘Tigrinho‘ foi assassinado em Itapoá, Santa Catarina, em 1998, crime até hoje não solucionado. O vice dele, Denilson Pires, assumiu o cargo e acabou eleito presidente nas eleições daquele mesmo ano. Ficou no cargo por dois mandatos.
Em 2009, enquanto Denilson ainda era presidente, o secretário geral do Sindimoc, Alcir Teixeira, conhecido como “Zico” (pai do atual presidente, Anderson Teixeira), foi morto num suposto assalto quando chegava em casa, no Xaxim. Outro crime que, até hoje, não teve autores identificados e ninguém sabe se realmente tratou-se de um assalto, já que “Zico” dizia ter descoberto irregularidades no sindicato e prometia levá-las às autoridades policiais. No ano seguinte, 2010, houve novas eleições e Anderson se candidatou. Cinco dias antes do pleito, sofreu um atentado a tiros em frente a sua casa, no Sítio Cercado. Ninguém se feriu. Anderson se elegeu presidente do Sindimoc.
Em nota oficial, o Sindimoc alega que as denúncias contidas no Inquérito são falsas, de cunho político e que foram feitas por pessoas que perderam as eleições sindicais de 2010 e 2014. Também informa que já foi prestado todas as informações solicitadas pelo Núcleo de Repreensão a Crimes Econômicos (Nurce) e que seus diretores ingressarão com ação judicial individualmente contra todos os responsáveis por injúria, calúnia, difamação e denunciação caluniosa.
Neste ano haverá eleições para a presidência do sindicato, mais provavelmente no mês de setembro.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.