Nesta quarta-feira (12/07) o juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância, condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e seis meses de prisão, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no processo do tríplex.
Se a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal (TRF4) confirmar a sentença de Moro até agosto de 2018, período em que ocorrem os registros de candidaturas, Lula não poderá concorrer à Presidência da República no ano que vem.
Lula ainda pode recorrer em liberdade até o trânsito em julgado.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.