A prefeitura de Curitiba diminuiu de cinco para um ano a validade dos créditos do cartão transporte dos usuários do sistema de ônibus da capital. A regra vale para passagens compradas a partir de 3 de junho de 2017.
Segundo o presidente da Urbs, José Antonio Andreguetto, os usuários que compraram a passagem a um valor muito mais baixo estavam usando o transporte muito tempo depois, quando os custos já tinham subido e, assim, o valor pago inicialmente estava defasado.
O valor expirado não poderá ser mais utilizado pelos passageiros e será apropriado pela pelo Fundo de Urbanização de Curitiba (FUC), para cobrir a defasagem que gerava um desequilíbrio financeiro em seu caixa.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.