A prefeitura de Curitiba iniciou há dois meses um pente-fino em cerca de 300 processos de licenciamentos urbanísticos concluídos ao longo do mandato do ex-prefeito Gustavo Fruet (PDT). Segundo a atual gestão, há indícios de que os alvarás e autorizações para construções e empreendimentos tenham sido expedidos de forma irregular.
O ex-secretário de Urbanismo de Curitiba, Reginaldo Cordeiro, negou que houvesse quaisquer irregularidades nos licenciamentos urbanísticos concedidos ao longo de sua gestão, durante o mandato de Gustavo Fruet (PDT). Ele entende que as inconformidades apontadas pela gestão de Rafael Greca (PMN), decorrem da divergência de interpretações da lei e disse que a revisão dos alvarás é revanchismo político.
Até agora, a comissão de sindicância revisou 44 processos de licenciamento urbano, dos quais 27 foram considerados irregulares e logo suspensos. Outros cinco permanecem sob análise.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *