O juiz Marcos José Vieira decidiu pelo bloqueio de até R$ 200 mil em bens do ex-prefeito de Londrina, Homero Barbosa Neto. Ele responde uma ação de improbidade administrativa, que apura irregularidades na cessão de uma escola municipal para a escola do Serviço Social da Indústria (Sesi).
Segundo a decisão judicial, o convênio firmado entre a Prefeitura e a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), além do Sesi, que fez a sessão do imóvel que abrigava o Centro Municipal de Formação Profissional Darcy Ribeiro, não seguiu as formalidades corretas. No local, hoje funciona um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI).
Além disso, o convênio foi firmado antes da orientação da Procuradoria Municipal sobre as formalidades que deveriam ser seguidas no processo.
Outros réus na ação são a ex-secretária de Educação de Londrina, Karin Sabec Viana, a Fiep, o Sesi e os representantes legais das duas instituições que assinaram o convênio, Rodrigo Costa da Rocha Loures e José Antonio Fares.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.