Em primeira votação, os vereadores de Curitiba aprovaram com 21 votos favoráveis e 7 contrários, o projeto de lei do prefeito Rafael Greca (PMN) que permite terceirização de serviços das áreas de Saúde e Educação.
A análise do texto ocorreu em meio aos protestos dos servidores que estavam do lado de fora da Câmara de Curitiba. Em determinado momento, tentaram entrar no Plenário, mas foram impedidos pela Guarda Municipal.
O projeto que foi encaminhado em regime de urgência por Greca na quinta-feira (17/08) altera a legislação vigente, permitindo que organizações sociais possam gerir serviços da Saúde e da Educação. A prefeitura afirma que a medida trará agilidade e eficiência para os serviços.
A votação em segundo turno está prevista para terça-feira (29/08).

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *