Nesta segunda-feira (28/08) o Ministério Público do Paraná denunciou o ex-prefeito de Paranaguá, José Baka Filho, acusado de se envolver em um esquema de fraudes na licitação do transporte coletivo da cidade.
De acordo com o MP-PR, a concessão do transporte coletivo de Paranaguá ocorreu de forma fraudulenta, beneficiando um grupo empresarial que opera em diversas cidades paranaenses. A licitação resultou em um contrato de R$ 180 milhões, dos quais pelo menos R$ 9 milhões seria o lucro da empresa que participava do esquema. Por causa disso, o MP-PR pediu a Justiça que bloqueie bens dos denunciados, para fins de ressarcimento ao erário.
A denúncia é um desdobramento da Operação Riquixá, que, desde junho de 2016, investiga uma organização criminosa articulada com o objetivo de direcionar licitações a um núcleo empresarial. Além de Baka Filho, outras dez pessoas também foram denunciadas, entre empresários, ex-servidores da prefeitura e advogados.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.