O desembargador e presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, Renato Braga Bettega, decretou nesta semana o fim do processo físico nas medidas recursais de 2ª instância.
Na prática, o magistrado universaliza o Processo Eletrônico do Judiciário do Paraná (Projudi), visando os princípios da economia processual.
De acordo com Bettega, a digitalização dos processos significará importante economia para o Poder Judiciário.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *