Nesta terça-feira (05/09) Rodrigo Janot, procurador-geral da República, denunciou os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (PT); os ex-ministros Antonio Palocci Filho, Guido Mantega, Edinho Silva e Paulo Bernardo; a senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT; e o ex-tesoureiro do partido João Vaccari Neto, ao Supremo Tribunal Federal (STF) por formação de quadrilha para desviar recursos da Petrobras, do BNDES e do Ministério do Planejamento.
Segundo a denúncia, esses desvios renderam ao PT propina de R$ 1,48 bilhão.
O inquérito foi apelidado de “quadrilhão do PT” e é considerado a “investigação-mãe” da Lava Jato porque indica a chefia do esquema de corrupção.
Lula é apontado por Janot como o líder da quadrilha.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.