Nesta terça-feira (12/09) o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, determinou a abertura de inquérito para investigar o presidente Michel Temer, por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro na edição de um decreto no setor de portos.
Barroso disse que as provas colhidas mostram que o ex-deputado e ex-assessor de Temer, Rodrigo Rocha Loures, menciona intermediários de repasses ilícitos para o presidente em troca de favorecimento da empresa Rodrimar.
Em nota, a Rodrimar afirmou que “nunca recebeu qualquer privilégio do Poder Público”.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.