A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou o pedido de habeas corpus protocolado pela defesa dos empresários Joesley e Wesley Batista.
Quatro dos cinco ministros se manifestaram pela manutenção da prisão. Foi entendido que o STJ não poderia conceder o habeas corpus aos irmãos Batista antes de o Tribunal Regional Federal da 3ª Região julgar o mérito do pedido de liberdade, uma vez que o caso está naquela instância.
Após o julgamento, o advogado dos empresários, Antônio Carlos de Almeida Castro, disse que vai recorrer ao STF.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.