Nesta quinta-feira (26/10), às 14h, os ex-assessores da vereadora Katia Dittrich (SD) que a denunciaram por apropriação de parte dos salários dos comissionados, vão depor à Comissão Processante que investiga o caso.
Ao todo são seis os denunciantes que, no dia 15 de agosto, entregaram documento relatando que “a vereadora e seu marido passaram a exigir dos assessores uma contribuição monetária, de forma compulsória e com ameaças de exoneração em caso de recusa”. Todos foram convocados para as oitivas.
A Comissão Processante é formada pelos vereadores Cristiano Santos (PV), Osias Moraes (PRB) e Toninho da Farmácia (PDT) e foi instalada no dia 23 de agosto. A vereadora acusada já entregou sua defesa prévia ao colegiado.
Neste momento, a investigação da Comissão Processante está na fase de instrução, quando documentos são coletados e as partes e as testemunhas são ouvidas. Com esses dados à mão o colegiado vai elaborar um parecer prévio, que será submetido ao acusado para que, por escrito, ele se defenda novamente dentro do processo, cinco dias depois de notificado. Só então a Comissão elaborará o parecer final, indicando a improcedência da cassação do mandato parlamentar ou a aplicação da penalidade.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *