Na manhã desta sexta-feira (10/11), cerca de 300 pessoas se reuniram na Boca Maldita para protestar contra as reformas trabalhista e previdenciária, do governo federal.
Os metalúrgicos que trabalham na Grande Curitiba já tinham se mobilizado pela mesma razão. De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (Simec), as manifestações começaram por volta das 4h. A estimativa do sindicato era de que cerca de 30 mil metalúrgicos paralisassem as atividades pela manhã.
A reforma trabalhista entra em vigor no sábado (11/11), quatro meses após ser sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB). Ela traz mudanças na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) que mexem em pontos como férias, jornada, remuneração e plano de carreira, além de implantar e regulamentar novas modalidades de trabalho, como o home office (trabalho remoto) e o trabalho intermitente (por período trabalhado).

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.