O ex-vereador de Cascavel, Jeovane Machado, conhecido como Ganso Sem Limite e a esposa, Viviane Cristina Oliveira Machado, foram condenados pela Justiça Eleitoral pelo crime de corrupção.
Os dois foram denunciados ainda em 2012 por suspeita de compra de votos. Segundo as investigações, eles ofereceram consultas mais rápidas para pacientes que precisavam de atendimento em especialidades oferecidas pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste do Paraná (Cisop).
Ganso foi condenado a um ano de prisão em regime semiaberto. A pena, no entanto, foi convertida em pagamento de uma cesta básica de R$ 350. O ex-vereador ainda teve os direitos políticos suspeitos por oito anos.
Já Viviane foi condenada a três anos de prisão em regime aberto. A pena também foi revertida ao pagamento de uma cesta básica de R$ 350, além de prestação de serviço comunitário de uma hora diária por três anos.
A defesa dos dois disse negar as acusações, que não concorda com a sentença, mas que ambos devem cumprir a pena conforme o determinado.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *