A prefeitura de Curitiba comunicou formalmente aos sindicatos que não vai reajustar o salário dos servidores municipais em 2017. Conforme documento da última sexta-feira (01/12), assinado por três secretários do prefeito Rafael Greca (PMN), a decisão foi tomada pelo Conselho de Gestão e Responsabilidade Fiscal do município.
Originalmente, a data-base dos servidores de Curitiba era no fim do mês de março, mas um dos projetos integrantes do pacote de ajuste fiscal da prefeitura determinou que a data da revisão geral anual do funcionalismo seria no dia 31 de outubro.
O pedido dos servidores era por 10% de reajuste, sendo 6,39% referente à inflação e 3,61% de aumento real. Além disso, eles reivindicavam também um abono de 38% do salário a ser pago em novembro, como forma de compensar as perdas acumuladas de março a outubro de 2017, devido à alteração da data-base.
Diante do imbróglio, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismuc) e o Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (Sismmac) devem levar a questão à Justiça nos próximos dias.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *