Em seu primeiro ano de gestão, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PMN) fez um balanço de tudo o que foi feito até agora.
Falou sobre o não pagamento da data-base do funcionalismo, afirmando que havia condições de pagar um reajuste de até 1,5%, mas a gestão optou pelo congelamento dos salários para dar um aumento maior quando tiver condições.
Sobre o projeto que aumentou a alíquota do Imposto Sobre Serviços (ISS) dos planos de saúde em 2%, Greca comentou que se trata de uma correção, pois a partir de um cálculo feito foi constatado que Curitiba perderia se não fizesse tal reajuste.
Greca ainda comemorou o acordo feito com as empresas operadoras do transporte coletivo que vai permitir uma a compra de novos ônibus e a implantação da Glinha Ligeirão Norte-Sul, que, segundo ele, estará funcionando até o dia 29 de março de 2018. A linha fará a ligação da região do Santa Cândida com a Praça do Japão. As obras estruturais estão prontas desde 2014, mas a operação não começou por falta de ônibus.

Fonte: Gazeta do Povo

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.