Nesta terça-feira (12/12), os vereadores de Curitiba aprovaram em segunda votação, a compra por parte do município de 22 lotes da Urbs, em três terrenos diferentes. Na transação, que tramitou em regime de urgência na Câmara Municipal, a prefeitura vai desembolsar R$ 16 milhões. Os terrenos estão localizados na CIC, no Tarumã e no Portão.
Ao defender a aprovação no plenário da Câmara, o líder do prefeito na Casa, Pier Petruzziello (PTB), admitiu que os R$ 16 milhões serão usados para pagar o Programa de Demissão Voluntária (PDV) aberto pela Urbs neste ano.
O próprio prefeito Rafael Greca (PMN), na justificativa do projeto, afirma que a transação está sendo feita “considerando a atual condição econômico-financeira da Urbs”. O texto não detalha o uso que o município dará às áreas, mas afirma que serão usadas para a expansão dos serviços públicos.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.