O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan (PSDB), solicitou nesta quarta-feira (03/01) ao presidente Michel Temer (PMDB) a presença de tropas da Força Nacional Segurança e do Exército na capital gaúcha no dia do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), marcado para 24 de janeiro.
Diante da situação, os aliados de Lula, Gleisi Hoffmann e Roberto Requião, se manifestaram em suas redes sociais contra o pedido do prefeito. Gleisi disse que a atitude é inacreditável, já Requião afirmou que isso é uma forma de “reprimir manifestação pela democracia”.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.