O juiz Benjamim Acácio de Moura e Costa, que atua como substituto na 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná, concedeu habeas corpus para Abib Miguel, conhecido como Bibinho. Ex-diretor-geral da Assembleia Legislativa do Paraná, ele é acusado de ser um dos responsáveis por desvios de recursos que vieram a público na série Diários Secretos.
Bibinho estava preso desde o dia 17 de novembro, pelo corte ilegal de madeira em áreas que estão bloqueadas pela Justiça. Nos últimos dois meses, ele foi condenado em duas ações judiciais, a penas que somam 25 anos de prisão. A defesa está recorrendo das decisões.
O habeas corpus é do dia 27 de dezembro e concede um benefício que já havia sido dado no passado. Com o argumento de que já passou dos 70 anos e de que tem endereço fixo, Bibinho tinha conquistado o direito de aguardar julgamento em prisão domiciliar, com tornozeleira eletrônica.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *