O presidente Michel Temer vai entregar suas respostas à Polícia Federal no inquérito que apura suposta propina paga ao presidente no Porto de Santos na próxima terça (16/01) ou quarta-feira (17/01).
Temer discutiu o assunto nesta sexta-feira (12/01), em seu escritório político em São Paulo, com o advogado Antonio Claudio Mariz.
O advogado confirmou que Temer vai responder a todo o questionário com 50 perguntas da PF – o presidente não tem obrigação de responder todas.
Mariz disse que fez algumas ressalvas sobre uma ou outra questão que “não tem pertinência”, mas Temer quer responder “mesmo assim”.
Mariz é advogado de Temer no caso Rodrimar, mas afirmou que, se virar denúncia, precisará avaliar se há conflito de interesse. “Se vier a denúncia, preciso ver se há alguma incompatibilidade em relação a algum cliente, como já aconteceu, aí não posso ficar”.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *