O presidente da Câmara de Vereadores de Londrina, Mário Takahashi (PV), foi afastado do cargo após operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na manhã desta quarta-feira (24/01). O vereador Rony Alves (PTB) também foi afastado. Ambos já utilizam a tornozeleira eletrônica, uma das medidas impostas pela Justiça dentro das investigações. Além dos vereadores, outros nove acusados devem colocar o dispositivo de monitoramento ainda nesta quarta.
Os acusados também estão proibidos de manter contato entre si. Além dos vereadores, são investigados um assessor parlamentar de Alves, um servidor público municipal e cinco empresários.
Sobre as acusações, o ex-prefeito disse que espera que seja tudo rigorosamente apurado e que “qualquer um que tenha se envolvido em maracutaia seja punido conforme a lei prevê”.
Com o afastamento de Takahashi (PV), o vereador Ailton Nantes (PP) assumiu a presidência da casa. O presidente em exercício disse que está sendo estudada a lei orgânica para verificar o início do ano legislativo com 17 parlamentares.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.