Após a prisão de Nelson Leal Junior na quinta-feira (22/02), na 48ª fase da Operação Lava Jato, Paulo Montes Luz foi nomeado novo diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem no Paraná (DER-PR), ainda na quinta.
Paulo Montes Luz disse, durante uma entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (23/02), que “a inclusão do DER na Lava Jato, no meu entender, não como diretor-geral do DER, mas como pessoa, eu acho que foi um equívoco”.
Ele ainda disse que o DER-PR estava colaborando com as investigações e que o Tribunal de Contas da União (TCU) não levou em conta os documentos apresentados.
De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), um estudo apresentado pelo TCU, em 2012, mostrava que a tarifa de pedágio poderia ser reduzia em 18%, mas o que houve foi um aumento de 25%. Assim, o valor ficou mais caro por causa de aditivos ao contrato, justificados pelo DER-PR.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.