O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB), desistiu de ser candidato a presidente e não vai mais disputar as prévias internas do partido.
Virgílio afirmou estar cansado da “desfaçatez e farsa” conduzida pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. “Eu fiquei muito decepcionado ao conhecê-lo mais de perto. Eu só o conhecia de longe e agora, vejo que é um sujeito capaz de muitas artimanhas”, criticou Virgílio.
O prefeito disse que continuar pressionando pelas prévias seria corroborar com uma farsa, já que não foram marcados debates suficientes para que os pré-candidatos expusessem suas ideias. “Ele queria ganhar as prévias por exclusão. Assim como acha que vai para o segundo turno por exclusão e ganhará a presidência da República da mesma forma. Ele não apresenta ideia sobre nada, não se move, mas também não sobe um ponto nas pesquisas”, atacou o tucano.
Virgílio afirma não ter decidido se, ostensivamente, fará campanha contra Alckmin na corrida presidencial. Mas assegurou que, no seu palanque, o governador paulista não subirá.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *