O advogado Luiz Fernando Delazari, ex-secretário da Segurança Pública e assessor do senador Roberto Requião, ingressou com ação popular contra o governador Beto Richa para que responda pelos prejuízos causados ao estado pela contratação de serviços de empresas privadas para fiscalizar obras rodoviárias sob concessão, no valor total de R$ 26 milhões.
Delazari pede a concessão de liminar para responsabilizar o governador, além do ex-diretor do DER, Nelson Leal, o diretor de Licitações do órgão, Raul Cercal, e o próprio Estado do Paraná. Todos foram citados na Operação Integração, deflagrada pelo Ministério Público Federal para investigar irregularidades no sistema de concessões de rodovias do estado.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.