A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu nesta quinta-feira (01/03) que o empresário Marcelo Odebrecht deposite pouco mais de R$ 63 milhões na conta judicial vinculada ao cumprimento de seu acordo de colaboração premiada.
Segundo a PGR, o pedido é resultado da constatação de uma diferença entre o valor devido e o efetivamente recolhido em decorrência da pena de perdimento prevista no acordo. Os detalhes dos cálculos não foram divulgados, já que a delação corre sob sigilo.
Conforme a Procuradoria, em julho de 2017, o empresário recolheu R$ 2,1 milhões. No entanto, o entendimento do MPF é que o total a ser pago é de R$ 65,2 milhões. O documento também pede que o empresário preste esclarecimentos solicitados pela perícia do Ministério Público Federal.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.