Michel Temer viu que o tema “segurança” rende ibope desde que, no mês passado, lançou a intervenção do Exército nas forças estaduais de segurança no Rio de Janeiro e, em seguida, chamou todos os governadores para anunciar que os estados teriam R$ 42 bilhões para investir em segurança. Agora foi a vez dos prefeitos das capitais que vão ter acesso ao crédito de R$ 10 bilhões para segurança pública.
O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, saiu da reunião com Temer cheio de ideias na cabeça. O dinheiro que couber a Curitiba ele pretende usar para criar uma “muralha digital” em Curitiba, com câmeras, redes sociais e outras tecnologias. “Seria possível fazer o reconhecimento de placas de veículos e de faces de criminosos nos terminais, nas entradas das cidades”.
“Dentro de uma cidade inteligente, todas as câmeras de monitoramento dos condomínios privados, os whatsapp dos porteiros, dos taxistas, dos motoristas de aplicativos de transporte, poderiam estar interligados online, montando a ‘muralha digital’ para proteger as cidades”, disse Greca.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *