A Rede, de Marina Silva, terá candidatos a governador e senador no Paraná. Duas semanas depois de o ex-vereador Jorge Bernardi ser anunciado candidato ao governo, revela-se agora que Flávio Arns vai concorrer ao Senado.
Ex-deputado federal por três mandatos consecutivos, sempre eleito pelo PSDB, Arns mudou para o PT e se elegeu senador em 2002, atropelando os candidatos favoritos nessa eleição, o ex-governador Paulo Pimentel e o ex-deputado Tony Garcia. Também pelo PT foi candidato ao governo do estado em 2006, mas, sem muito apoio da própria legenda fez apenas 9% dos votos. Em 2009 se desentendeu com o PT já imerso em denúncias de corrupção e voltou para o PSDB. Em 2010 candidatou-se a vice-governador na chapa de Richa. Foi seu secretário da Educação nos quatro anos da primeira gestão.
Na segunda gestão foi nomeado secretário de Assuntos Estratégicos, mas deixou o governo em 2017 e mudou de partido. Foi para a Rede a convite de Marina Silva, que agora o escolheu para disputar o Senado.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.