A Operação 14 Bis, deflagrada na manhã desta terça-feira (13/03), apura o desvio de cerca de R$ 5,7 milhões de recursos públicos no campus da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) em Cornélio Procópio, no norte do estado. A Polícia Federal (PF) prendeu 20 pessoas temporariamente, a duração é de cinco dias.
A universidade foi um dos alvos de busca e apreensão, policiais apreenderam contratos de empresas que prestaram serviços à instituição. Ao todo, foram expedidos 26 mandados de busca e apreensão, além das ordens judiciais de sequestro e de indisponibilidade de bens, ainda segundo a PF.
Foram apreendidos três barcos, carros de luxo, joias, 27 mil dólares em espécie e documentos.
Também foram sequestrados e indisponibilizados bens dos investigados no valor de até R$ 5,7 milhões, que é o total, apurado até esta terça-feira, de desvios na instituição.
De acordo com as investigações, gestores e empresas se uniram para fraudar licitações e contratos. O diretor-geral do campus Márcio Jacometti, diz que a universidade está colaborando com as investigações desde o momento que foram identificadas as primeiras irregularidades, em 2015.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.