O ministro da Saúde, Ricardo Barros, entregou ao presidente Michel Temer, nesta terça-feira (27/03), sua carta de demissão antes de um evento do qual participaram no Planalto. No texto, agradece a oportunidade e faz elogios ao presidente.
Temer, no entanto, pediu para ele guardar a carta. Não quer que ele se afaste antes de o sucessor ser escolhido. Gilberto Occhi chegou a ser cogitado.
Barros se reúne hoje com Ciro Nogueira para definirem um nome.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.