O deputado e pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL-RJ) chegou ao Paraná no fim da manhã desta quarta-feira (28/03). Foi recebido por uma multidão de apoiadores no saguão de desembarque do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.
Carregado para o lado de fora do terminal, Bolsonaro falou do alto de um caminhão de som, vestindo uma espécie de faixa presidencial que ganhou de simpatizantes.
“Com todo respeito aos sargentos e coronéis, mas o Brasil vai ter um capitão eleito ano que vem”, disse o deputado. “Não adianta querer criar rótulos contra a minha pessoa, porque eles podem me chamar de tudo, menos de corrupto.”
Bolsonaro também fez referências aos ataques sofridos pela caravana do ex-presidente Lula – que será encerrada com um ato em Curitiba, na Praça Santos Andrade, a partir das 17 horas desta quarta.
“O Lula quis transformar o Brasil num galinheiro, agora esse crápula colhe ovos pelo Brasil todo”, disse Bolsonaro, em referência aos ataques sofridos pela caravana do ex-presidente. “Agora eles vão ver a direita. E podem ter certeza, vão levar um cruzado da direita em outubro”.
Na despedida do aeroporto, Bolsonaro mandou “um beijo nas mulheres e um abraço hetero nos homens”. O presidenciável não falou com a imprensa.
Depois de deixar o aeroporto, Bolsonaro seguiu em carreata em direção ao centro de Curitiba, para almoçar no restaurante Batel Grill. Inicialmente, a equipe que o recebeu afirmou que ele almoçaria no Mercado Municipal. Depois, mudou de planos.
Às 15 horas o pré-candidato participa de um evento de seu partido, o PSL, e depois segue para Ponta Grossa, segundo informações da assessoria do deputado federal Fernando Francischini (PSL-PR), que organiza a recepção. Bolsonaro retorna à capital na quinta (29/03), para um almoço no restaurante Madalosso, em Santa Felicidade.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.