A 3ª Vara da Justiça Federal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, suspendeu o interrogatório do ex-prefeito Reni Pereira (PSB) em uma das duas ações da Operação Pecúlio em que é réu.
O depoimento estava marcado para começar na quarta (25/04) e terminar na sexta-feira (27/04).
Pereira é acusado de liderar um suposto esquema de corrupção na Prefeitura de Foz do Iguaçu envolvendo fraudes em licitações para a contratação de obras de pavimentação e de serviços na saúde.
A decisão leva em conta problemas para o agendamento de depoimentos das últimas testemunhas arroladas pela defesa do ex-prefeito. Somente depois de encerrada esta etapa é que Reni deve ser ouvido pela primeira vez.
A nova data para o interrogatório ainda não foi marcada.

Fonte: G1

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *