A análise da prestação de contas da Paranaprevidência, na manhã desta terça-feira (24/04), aconteceu em meio a um protesto de servidores estaduais e representantes de vários sindicatos. A entrada no prédio, no bairro São Francisco, em Curitiba, esteve complicada, uma vez que dezenas de aposentados foram impedidos de acompanhar a votação e reagiram, dificultando o acesso de funcionários. A entrada de aproximadamente dez manifestantes foi autorizada, mas cerca de 100 ficaram do lado de fora.
O relatório em apreciação indicava que o governo do Paraná tem uma dívida de R$ 304 milhões com a Paranaprevidência, por decisão de deixar de recolher, desde 2015, a contribuição patronal sobre os rendimentos de aposentados e pensionistas. A justificativa do governo é de que a legislação federal ampara a decisão, estabelecendo a contribuição apenas sobre os servidores ativos, assim como faz a União. Para os servidores estaduais, mesmo inativos, o desconto da contribuição, em folha de pagamento, continuou sendo feito.

Fonte: Gazeta do Povo

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.