A defesa de Rodrigo Rocha Loures (MDB-PR) pediu nesta quarta-feira (02/05) ao Supremo Tribunal Federal (STF) para ter acesso a dados sigilos do inquérito que apura o decreto editado pelo presidente Michel Temer sobre o setor de portos.
Ex-deputado e ex-assessor especial de Temer, Rocha Loures é um dos alvos do inquérito e quer que o ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso, o autorize a acessar informações de conversas dele entregues pela Presidência da República à Polícia Federal.
O inquérito foi aberto para apurar se Temer editou um decreto no ano passado para beneficiar empresas do setor portuário em troca de propina, o que o presidente nega.
No mês passado, amigos do presidente chegaram a ser presos pela PF no âmbito dessas investigações, na Operação Skala.
Além disso, na semana passada, a Polícia Federal pediu mais 60 dias de prazo para concluir a investigação, e o ministro Barroso pediu parecer da Procuradoria Geral da República antes de decidir.

Fonte: G1

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *