Em coletiva realizada no final da tarde desta quarta-feira (23/05), o prefeito Rafael Greca desmentiu a primeira informação repassada pela Urbs e afirmou que a redução dos ônibus do transporte coletivo de Curitiba não será iniciada, pelo menos, por enquanto.
O prefeito também disse que mandou avaliar os estoques de combustíveis. “Eu mandei avaliar o estoque de combustível disponível nas distribuidoras e nas garagens de ônibus”.
Além da situação dos combustíveis, Greca revelou que ligou para o Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, para falar sobre as interdições na cidade.
O prefeito ainda solicitou ao Governo do Paraná e à Secretaria da Segurança Pública o uso de força policial para garantir a circulação da população e o abastecimento da frota do transporte coletivo da Cidade.

Fonte: Massa News

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *