Por unanimidade, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou nesta terça-feira (29/05) o deputado federal Nelson Meurer (PP-PR) pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Meurer é o primeiro político condenado na Lava Jato no STF desde o início da operação, em 2014. Ele foi sentenciado a uma pena de prisão de 13 anos, 9 meses e 10 dias de reclusão, em regime fechado, além de multa de R$ 322 mil.
Os ministros também consideraram culpados os dois filhos do deputado, Cristiano Meurer e Nelson Meurer Júnior, mas apenas por corrupção passiva. Meurer Júnior foi condenado a 4 anos, 9 meses e 18 dias de reclusão, em regime semiaberto, além de multa de R$ 56 mil. Já Cristiano recebeu uma punição de 3 anos e 4 meses de prisão, mas a pena foi declarada extinta por prescrição.
O colegiado da Segunda Turma do STF definiu ainda, por 3 votos a 2, que a perda do mandato de Meurer caberá à Câmara dos Deputados decidir. Já o pedido de reparação à Petrobras por dano moral coletivo, na ordem de R$ 5 milhões, foi rejeitado.

Fonte: Gazeta do Povo

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *