O deputado estadual Hussein Bakri (PSD) foi condenado pela Justiça Eleitoral por irregularidades nas eleições municipais de 2016 em União da Vitória, no sul do Paraná. Outras 11 pessoas também foram condenadas.
Na sentença, proferida nesta quinta-feira (28/06), o juiz Luís Mario Lindenmeyer Echer entendeu que o deputado cometeu abuso de poder político e econômico, realizou caixa dois e fez doações ilegais à campanha de Thyago Antônio Pigatto Caus, genro de Bakri, que concorreu ao cargo de prefeito do município.
Além disso, houve também a promoção de um inusitado show do apresentador Ratinho, dono da Rede Massa e pai de Ratinho Jr., candidato ao governo estadual pelo PSD. O deputado prometia prêmio de uma viagem a Curitiba para o cabos eleitorais que levassem mais gente para ver um show do apresentador Ratinho, com direito a almoço, janta e a passar um dia acompanhando as atividades do colega Ratinho Jr.
Além da declaração de inelegibilidade, o magistrado comunicou a Assembleia Legislativa para que tome as providências legais e regimentais cabíveis em relação ao deputado.
Por meio de seus advogados, Hessein Bakri se manifestou no processo e apresentou sua defesa. E como se trata de uma decisão de primeira instância, o deputado ainda pode recorrer.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *