O despacho da juíza Carlolina Lebbos, divulgado pela 12ª Vara Federal de Curitiba nesta quarta-feira (11/07), atende o pedido do Ministério Publico Federal que pede pela proibição de redes de comunicação sabatinar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que é atual pré-candidato pelo PT.
Emissoras de comunicação apresentaram requerimento para poder entrevistar o ex-presidente na prisão. Porém a juíza avaliou que “não há previsão constitucional ou legal que embase direito do preso à concessão de entrevistas ou similares”.
A defesa se manifestou alegando que Lula deve ser sabatinado da mesma forma que os demais pré-candidatos pois a execução de sua pena foi executada antecipadamente.

Reportagem: Isis Bards Lourenço.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *