Uma conversa entre Beto Richa e Rafael Greca gerou duas versões bastante diferentes. Numa delas, Beto estaria tentando se livrar de Alex Canziani. Na outra, estaria tentando ajudá-lo. Curiosamente, nos dois casos o efeito é o mesmo: Beto concorreria em outubro sem um companheiro de chapa para o Senado.
Na primeira versão, que circulou entre gente próxima ao prefeito, Beto Richa, preocupado com os caminhos que a corrida ao Senado anda tomando, teria dito ao prefeito que pretendia ficar sozinho na chapa de Cida Borghetti. Ou seja: preferia que Canziani tomasse outro rumo.
A segunda versão é do próprio Beto, que conta uma história bem diferente. Segundo ele, o que houve foi que Greca falou de Canziani primeiro. Disse que o deputado do PTB seria um bom vice para Cida Borghetti. Beto teria apenas concordado com a ideia.
Richa e Canziani já conversaram sobre o assunto. Depois que o boato correu, Beto ligou para o deputado, com quem tem boa relação, e deu suas explicações, que aparentemente foram aceitas. Não se sabe, porém, se Canziani cogita a tal vice.
Deputado há cinco mandatos, Canziani preparou sua candidatura ao Senado e também tem compromisso com a filha, Luiza, que é candidata à cadeira que o pai deixará vaga na Câmara.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.