O ex-senador Luiz Estevão (ex-PMDB-DF) e o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB-BA), presos no Complexo da Papuda, em Brasília, foram transferidos nesta quinta-feira (19/07) para a ala de segurança máxima da penitenciária. A decisão da Vara de Execuções Penais do DF foi tomada após denúncias de que os políticos eram privilegiados com regalias nas celas.
Estevão e Geddel estão agora em celas individuais. O banho de sol também passa a ser individual, ou seja, eles não deverão ter contato com outros detentos.
No dia 17 de junho passado, a Polícia Civil do Distrito Federal fez buscas nas celas onde estavam o ex-senador e o ex-ministro da Articulação Política do governo Michel Temer. As buscas, deflagradas pela Coordenação de Combate ao Crime Organizado (Cecor) da Polícia Civil do DF e autorizadas pela Justiça, foram feitas a partir da denúncia de um preso.
Nas celas foram encontradas barras de chocolate, anotações que seriam de Geddel e pelo menos cinco pendrives – supostamente, de Luiz Estevão.

Fonte: G1

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.