Cerca de 20 manifestantes do Movimento Brasil Livre (MBL) realizaram um protesto em frente ao prédio que abriga o Facebook, no bairro Itaim Bibi, em São Paulo, na tarde desta quinta-feira (26/07). Com faixas e carro de som, o grupo criticou a exclusão de páginas e perfis na rede social ligados ao MBL e a outros movimentos de direita.
Na quarta-feira (25/0), o Facebook anunciou que removeu 196 páginas e 87 perfis de sua rede social, sob alegação de que se tratavam de contas usadas por uma suposta “rede de desinformação” para propagação de “fake news” (notícias falsas).
“Estamos aqui contra a censura e contra a medida autoritária do Facebook, que simplesmente tirou as páginas do ar sem qualquer aviso prévio”, discursou o ativista Kim Kataguiri, líder do MBL, que é pré-candidato a deputado federal pelo DEM. Também estava presente na manifestação o vereador de São Paulo Fernando Holiday (DEM). “Nós vamos acampar aqui até que o Facebook nos apresente justificativas para o que fizeram”, disse o parlamentar.
O grupo pressiona a empresa a responder aos questionamentos do Ministério Público Federal, que deu prazo de 48 horas para a rede social divulgar uma lista com os nomes de todas as páginas excluídas e as razões para que tal medida tenha sido adotada.
A manifestação foi transmitida ao vivo pela internet via perfil de Kim Kataguiri no próprio Facebook.

Fonte: Gazeta do Povo

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.