O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) divulgou, na última terça-feira (07/08), a empresa vencedora da licitação para a execução da obra no trecho entre Paiçandu e Doutor Camargo, no Norte do estado.

As melhorias na estrada deveriam ter começado em 2014, mas enfrentaram inúmeros problemas porque a principal empresa do consórcio vencedor, a Odebrecht, acabou envolvida nas investigações da Operação Lava Jato.

A vencedora para a execução do primeiro trecho de obras foi a Torc Terraplenagem, Obras Rodoviárias e Construções Ltda., uma empresa de Minas Gerais. Serão 20,7 quilômetros duplicados, ao custo de R$ 73,2 milhões. O edital, lançado em maio, previa um valor máximo de R$ 100 milhões para a execução da duplicação e de outras intervenções, como a construção de dois viadutos e uma trincheira, a implantação de rampas de acessibilidade e de sinalização.

Agora, após a publicação do resultado, ainda resta o período para a apresentação de recursos. Depois, o resultado precisa ser homologado pelo DER-PR para que, então, seja providenciada a assinatura do contrato com a empresa vencedora. Por isso, o governo ainda não tem uma previsão para o início das obras. Após a assinatura da ordem de serviço, o prazo para conclusão da duplicação é de dois anos.

Fonte: Gazeta do Povo

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *