O presidente nacional do PDT e ex-ministro do Trabalho, Carlos Lupi, divulgou nota na noite desta segunda-feira (27/08) na qual afirma que é “ficha limpa” e que nunca respondeu a nenhum processo criminal ou foi investigado por corrupção.

Em entrevista o candidato do PDT, Ciro Gomes, se disse “surpreendido” com a informação de que Lupi é réu. “Réu ele não é, réu com certeza ele não é”, afirmou o candidato.

Lupi, no entanto, é réu por improbidade administrativa, em processo que tramita na 6ª Vara da Justiça Federal em Brasília.

Ele também é investigado em um inquérito que apura os crimes de peculato, lavagem de dinheiro e caixa 2 eleitoral por suposta venda de apoio político para a campanha eleitoral de Dilma Rousseff em 2014.

Esse inquérito foi aberto no Supremo Tribunal Federal e agora tramita no Tribunal Regional da 3ª Região (TRF-3).
O presidente do PDT é ainda citado na delação de Carlos Miranda, apontado pela Justiça como operador do esquema financeiro chefiado pelo ex-governador Sérgio Cabral.

Fonte: G1

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *