Uma pesquisa da XP Investimentos encomendada ao Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) e divulgada nesta sexta-feira (28/09), entrevistou por telefone duas mil pessoas entre os dias 24 e 26 de setembro e a margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais para cima ou para baixo. O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o código BR-00526/2018

Em relação à pesquisa anterior, realizada entre os dias 17 e 19 de setembro e publicada há uma semana no dia 21, Bolsonaro subiu um ponto percentual e Haddad subiu quatro pontos.

Ciro Gomes (PDT) se manteve em 11%, Geraldo Alckmin (PSDB) foi de 7% para 8% e Marina Silva (Rede) caiu de 6% para 5%.

João Amoedo (Novo) tem 3% e Álvaro Dias e Henrique Meirelles tem 2% das intenções de voto cada.

Cabo Daciolo (Patriota) tem 1%, Guilherme Boulos (PSOL), Vera Lúcia (PSTU), João Goulart Filho (PPL) e José Maria Eymael (DC) não atingiram percentual mínimo.

Segundo turno

Em um eventual segundo turno, Haddad teria 43% dos votos contra 39% de Bolsonaro. A porcentagem de votos nulos e brancos ficou em 16% e 2% não sabiam.

Os dois estão tecnicamente empatados no limite da margem de erro, mas a trajetória se inverteu: na pesquisa anterior, Bolsonaro ganhava de Haddad por 41% contra 38%.

Veja outras simulações do segundo turno:

Geraldo Alckmin 38% X Fernando Haddad 35%

Geraldo Alckmin 41% X Jair Bolsonaro 38%

Ciro Gomes 43% X Jair Bolsonaro 35%

Ciro Gomes 39% X Geraldo Alckmin 35%

Fonte: Exame

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.