O candidato Jair Bolsonaro (PSL), falando ao vivo pelo Facebook esta noite (03/10), pediu para que empresários parem de reunir funcionários e pedir votos para ele. Ele disse que teme ser punido eleitoralmente devido a atitude desses apoiadores.

“Pela legislação eleitoral, isso é proibido. E quem responde é o candidato, não são os senhores. Um empresário até de má fé poderia estar fazendo campanha para mim para que seja denunciado e eu viesse a responder por abuso de poder econômico”, disse o candidato.

Foi uma resposta à iniciativa do dono da rede Condor de supermercados, de Curitiba, Pedro Zonta, e ao dono da Havan, Luciano Hang. O primeiro mandou uma carta para seus empregados pedindo voto para Bolsonaro. O segundo pediu que vestissem camisetas de Bolsonaro. Ambos foram chamados às falas pela Justiça Eleitoral e obrigados a parar com isso.

Fonte: Bem Paraná

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.